As disputas do corpo e da alma

11 09 2010

Estou usando a figura que encontrei no texto abaixo referido do jurista Fabio Konder Comparato Nos países que se declaram paladinos da liberdade de expressão, estabeleceu-se, a esse  respeito, uma partilha de competências: enquanto as autoridades estatais subjugam os corpos, os patrões da comunicação social, à semelhança dos chefes religiosos, dominam as almas”

O próximo governo Dilma, continuar a cuidar do corpo e começar a cuidar da alma

Com a vitoria de Dilma parte essencial para continuar a tratar do corpo; nutrição e reprodução; alimento, emprego, casa, educação, saúde, segurança, falta vencermos a disputa mais encarniçada – Comunicação – um direito humano natural; a livre expressão, o ouvir e o falar, o ser, a evolução da “per-som-nalidade” a evolução da alma.

Escrevo para que após a vitoria de Dilma, que com Lula, priorizou o corpo, como não poderia deixar de ser, agora precisamos cooptar que os meios de comunicação, alternativos que sejam,  participem na alavancagem da outra conquista. Precisamos reunir todas as energias benéficas da sociedade brasileira que passos efetivos sejam dados para que se concretize gradualmente a profecia “America Latina, berço de uma nova civilização”

Há um sincronismo sim que nos faz apreender, compreender a grande disputa que se aproxima da America latina. Vejam como são as coisas. Acessei este comentário em  http://blogln.ning.com/group/laptriagrande/forum/topics/a-ultradireita-midiatica-atua onde se descreve uma batalha referente aos meios de comunicação no Equador.

Nada diferente do que ocorre na Argentina, Bolívia, Venezuela e no Brasil, onde devido as pressões da sociedade os meios de comunicação respondem em defesa, que farão um auto controle, portanto sem a sociedade civil. Façam como quiserem na áreas privadas para tentarem reaver a credibilidade perdida. Isso após demonstrações inequívocas desde o inicio do governo Lula, de suas propostas para a realização da 1ª CONFECOM, do PNDHumanos e do PNBLarga, das inaceitáveis posturas dos donos dos meios manifestadas sem pudor no Instituto Millennium e por ultimo da atuação partidária na campanha presidencial totalmente favorável ao candidato Serra.

Quantas vezes não ouvi daqueles que se beneficiam ideologicamente (nas suas almas) e de privilégios econômicos (nos seus corpos) que se oculta no dogma “É preferível uma comunicação qualquer do que nenhuma comunicação”

Não é aceitável que continuamos a viver com o mais essencial da nossa existência que a nossa subjetividade continue a ser abduzida pelo poder nefasto dos donos da comunicação, conforme descreve esse artigo “Analise do poder midiático na Argentina” em http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16923 cujos trechos destaco:

“De quê ela (Christina) estava falando? Do poder nas sombras, do poder detrás do trono, do verdadeiro poder. Qual é? É o poder midiático. A direita não tem pensadores, tem jornalistas audazes, agressivos. E a mentira ou a deformação pura e plena de toda notícia é sua metodologia”

“O que eu chamo sujeito-Outro é esse sujeito que – segundo Heidegger – caiu “sob o senhorio dos outros” (Ser e Tempo, parágrafo 27). Ele fez aí uma observação brilhante e precisa: o senhorio dos outros. Heidegger amplia o conceito: quem cai sob esse senhorio (o dos Outros) “não é ele mesmo, os outros lhe hão arrebatado o ser. O Poder, ao submeter a subjetividade, elimina meus projetos, meu futuro mais próprio, o que houvera querido fazer com minha vida. Minhas possibilidades (…) são as do Outro; são as do Poder, as que me vêm de fora. Já não sou quem decide, sou decidido”

Amigos, é dito que como Lula conseguiu que diminuísse a desigualdade de renda das famílias, a maior dos últimos 30 anos, o cuidar do corpo, então isso desmobilizaria o povo na busca de mais liberdade de expressão, o cuidar da alma.

Figuras que destaquei destes trecho da representação  que o jurista Fábio Konder Comparato, fará ao STF com o patrocínio do Centro de estudos da mídia alternativa Barão de Itararé junto com a Fenaj e a Fitert que decorreu daquela reunião na casa do jurista que são as seguintes: “Nos países que se declaram paladinos da liberdade de expressão, estabeleceu-se, a esse  respeito, uma partilha de competências: enquanto as autoridades estatais subjugam os corpos, os patrões da comunicação social, à semelhança dos chefes religiosos, dominam as almas” e “Com isto, reforçou-se sobremaneira, no seio do povo, a tradicional mentalidade passiva e conformista, indiferente à política, considerada pelo vulgo como um jogo reservado exclusivamente àqueles que, na linguagem saborosa de Camões, nasceram não para mandados, mas para mandar”

Reflito que está chegando a hora no Brasil, onde já se iniciou uma convergência de esforços, com o que preconiza a nossa Constituição, nos seus artigos 220 – Proíbe a formação de oligopólios, 221 – Trata da programação de rádio e TV, e 224 – Impõe a instalação de uma Comissão de Comunicação Social.

Refletimos da importância em tratar deste assunto, tendo em vista o que outras nações sul americanas já adiantaram (Argentina, Equador, Venezuela, Bolívia) com a clareza da participação espúria dos meios de comunicação, o denominado PIG, explicitado com todas as letras pela Dna Judith, presidente da ANJ e executiva da FSP devido que a “oposição está fragilizada”. Daí decorre a representação que está sendo gestada pelo “Movimento dos Sem Mídia” devido a ilegalidade do uso de concessões publicas para fazer política partidária.

Então tudo se liga para a tarefa prioritária do futuro governo Dilma. Uma conspiração, um sincronismo impressionante que nos estimula. Sim talvez por algum tipo de estratégia Lula tenha priorizado o corpo, deixando para agora esse trato com a alma, em nome da tal governabilidade decorrente da correlação de forças totalmente favorável ainda ao lobby das comunicações.

É a necessidade da expansão da banda larga pela Telebrás, a realização de outras CONFECOM, o fortalecimento de instituições da sociedade civil, como a ALTERCOM, o “Centro de estudos da mídia alternativa “Barão de Itararé” os “Encontro de blogueiros progressistas”, a Intervozes e tantos outros.

Esses temas espero se aglutinem no Barão de Itararé de forma a somar forças para pressionar e sustentar o futuro governo Dilma na área de comunicações

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: